Governo não paga décimo, mas faz politicagem com futebol

O que a primeira impressão parece uma boa ação, é na verdade uma armadilha eleitoreira em ano de campanha. Depois de quatro anos deixando o Esporte na lama, tentando extinguir a  já diminuta secretaria de Esportes e não conseguindo pagar sequer sua folha aos servidores nem o décimo aos funcionários, o Governo do Estado anuncia um “patrocínio” aos clubes através do Detran.

Patrocínio ou politicagem? Como um governo que não consegue fazer um concurso para contratar policiais em meio a maior matança já registrada na história do Estado, vem a público brincar com o bom senso das pessoas?

Se realmente queria apoiar o esporte, de forma séria, porque deixou para o último ano de gestão, às vésperas de uma eleição?

Porque deixou de fora os clubes de Mossoró? Opção política? Teve quatro anos para fazer algum projeto sério durante o Campeonato Potiguar e contemplar todas as equipes com um projeto viável, mas prefere a ação eleitoreira na cara de toda a sociedade. Deixa de fora as competições de base como Sub 15, Sub 17, Sub 19 e o Futebol Feminino para “patrocinar” uma campanha via uma Secretaria de Trânsito.

Ação tipicamente eleitoreira: chama os clubes para oferecer um valor irrisório, fazer a foto e enganar meia dúzia  O que a mídia registrou hoje é um caso para Ministério Público e Tribunal de Contas apurar. Não tem nada de esportivo. É politicagem pura no meio de uma matança sem precedentes, salários atrasados, hospitais em caos total e toda sorte de receitas antecipadas para cobrir o descalabro das contas.

Uma vergonha sem precedentes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *