Respeitem a base!

Por Mattheus Rocha

Repórter do Blog do Gringo

Máximo respeito a categoria de base. É com essa frase que início esse texto.

Os clubes do RN não valorizam as suas categorias de base, isso é evidente a cada ano, a cada campeonato. Os pratas da casa não têm vez no time titular, quando têm, são queimados pelo técnico ou torcida. E assim, acabam esquecidos e vão parar (muitas vezes brilhar) em outro clube.

Nesta quinta-feira, o ABC passou por algumas mudanças administrativas. O presidente pediu afastamento, o vice de futebol deixou o cargo. Uma nova diretoria assumiu e, de imediato, passou a tratar com os atletas sobre o jogo de amanhã, contra o Londrina, no Frasqueirão. Mesmo em greve, os atletas formados no clube, se propuseram a voltar a treinar hoje e jogar contra o Tubarão. Erivélton, jogador tão criticado pela torcida, foi um dos líderes dos atletas que querem ir à campo. Tonhão, Fessin, Berguinho, Matheus… também demonstraram vontade de defender as cores do ABC amanhã.

Enquanto isso, a maioria dos jogadores contratados de fora, que chegam com grande nome e expectativa (muitas vezes não correspondida), continuam em greve. Não só continuam em greve, como ainda estão colocando pressão psicológica nos atletas da casa que decidiram atuar. Que feio!

Não que os atletas estejam errados em pararem suas atividades. Não que estejam errados de estarem cobrando seus direitos. Nada disso. Todo funcionário tem o direito de receber. Ninguém gosta e nem quer trabalhar de graça. A diretoria (a anterior), claro, tem culpa, muita culpa. Mas os atletas que não querem abandonar a greve, não podem induzir os garotos a não entrarem em campo.

Erivélton, Tonhão, Fessin, Berguinho…são torcedores do ABC. Foram criados no clube. Cresceram ganhando títulos na base e ao mesmo tempo sofrendo, trabalhando para chegarem ao time principal. E chegaram. Estão aí.

Em meio a todo esse alvoroço, ainda teve jogador debochando da instituição ABC Futebol Clube em rede social, dando risada, dizendo que é piada o que está acontecendo. Realmente, o que está acontecendo é triste, lastimável, mas a torcida e o clube não têm culpa dos péssimos gestores que estavam à frente do ABC. Teve jogador que provocou os garotos da base com a frase “É hora de separar os homens dos meninos”. Atitude terrível.

A separação entre homens e meninos ocorreu. Os homens entrarão em campo amanhã, vestirão o manto alvinegro, enquanto isso, os meninos, estarão de fora, seguindo as ordens do presidente do Sindicato dos Atletas.

É, futebol, como você não é justo. Talvez por isso seja um dos maiores esportes do mundo.

Que os garotos possam representar o ABC. Que a torcida e os próximos gestores não esqueçam jamais da atitude desses HOMENS.

Foto: Alexandre Lago/GE

One thought on “Respeitem a base!

  1. Todo trabalhador tem como estímulo principal para desenvolver a sua atividade profissional os proventos oriundos do seu trabalho diário, mas querer fazer com esses homens que resolveram honrar a camisa do clube que lhe deu a oportunidade de ser tornar ídolos de uma torcida não é justo, a greve é um direito de todo cidadão trabalho, está na CLT, mas ninguém é obrigado a aderir ou fazer greve, todos têm o direito do livre arbítrio, o presidente do sindicato que junto com os demais atletas que não tem nenhuma raiz com a cidade nem com o clube ABC FC falaram que chegou o momento de separar os homens dos meninos, quero dizer a vocês é verdade, a separação já está feita, os homens entrarão em campo e tenho absoluta certeza que defenderão o nosso clube com toda honradez e dignidade que o trabalhador tem que ter com a sua profissão, aos nossos meninos homens não faltará apoio da frasqueira e com certeza amanhã, Matheus, Erivelto, Tonhão, Festim e Berguinho darão verdadeira demonstração de prova de amor e gratidão ao clube que lhes deu a oportunidade de um atleta profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *