Pra que serve mesmo a FNF?

Com os campeonatos nacionais em andamento – para o RN as Séries B e D – a Federação Norte-Riograndense de Futebol vive seu período de maior tranquilidade. O chamado “Céu de Brigadeiro”.  A única preocupação – e trabalho – é escalar um funcionário da entidade por jogo e depois passar na bilheteria recolher seu percentual da renda. Os clubes? Num desespero só, claro.

Os clubes geram emprego, renda, contratam, acumulam dívidas, são cobrados, vivem numa gangorra de estresse e problemas. São os motores do nosso futebol.  Neste momento a gente se pergunta: “Para que serve mesmo a FNF?”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *