Alex Fabiano esteve no ABC

O empresário de futebol Alex Fabiano, um dos alvos da oposição durante a campanha eleitoral do ABC, esteve hoje no clube. Foi tratar da situação do jogador Pedrinho. O empresário tem 40% dos direitos econômicos. O contrato de empréstimo termina domingo e o Fluminense quer adquirir o atleta.

Além da situação do jogador do Fluminense, o empresário aproveitou para mostrar que nunca fez mal ao ABC como se pregava na campanha pela oposição hoje situação. Entre outros argumentos, Alex mostrou que  seus jogadores nunca acionaram o clube na Justiça e que inclusive resolveu situações financeiras de atletas com seus recursos.

Acho também seria demais nas próximas contratações do ABC aparecer jogadores do empresário alagoano. O clube inclusive nega.

 

Marcos Lopes publica no seu Blog entrevista com Alex Fabiano, sobre o teor deste post e das chamadas que fiz no twitter. Ele entrevistou Alex Fabiano

Indicação de jogadores: ” No twitter me cobravam e metiam o pau me culpando por jogadores que eu não coloquei no clube como o caso do Edno, que não foi indicação minha. Tive uma conversa muito boa com Judas e Leonardo, mostrei a eles que os jogadores que eu levei para o ABC nunca botaram o clube na Justiça. Cobraram o caso de Eduardo Neto, o problema que o jogador tinha multa no contrato foi embora e o ABC não pagou, mas ele não era meu jogador, ele eu apenas indiquei. Os meus jogadores nunca botaram o ABC na justiça. E outra coisa Marcos, se eu indicar 20 jogadores o clube não é obrigado contratar, vai lá e manda fazer um balanço, uma pesquisa e se não quiser não contrata”.

Comissão: ” Eu nunca peguei uma comissão do ABC, o que eu fiz foi pedir para em 2012 colocar o Rodrigo Silva no ABC e ele foi importante para o clube. Conversei de forma muita tranquila com Judas e Leonardo, vou continuar indicando jogadores para o ABC, sem cobrar comissão e com o mesmo compromisso, se não der certo, paga os dias trabalhados e ele vai embora sem entrar na Justiça, foi assim que trabalhei com o Rubens e com o Rogério, e é assim que eu trabalho. Indico, eles pesquisam e contratam ou não”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *