Guia do Torneio Internacional de Futebol Feminino em Natal: México

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A partir de hoje, o Blog do Gringo trará a você, caro leitor, um guia completo sobre as seleções que disputarão o Torneio Internacional de Futebol Feminino, que será realizado entre os dias 09 a 20 de dezembro, aqui em Natal. Antes de falar sobre a primeira Seleção, é sempre bom falar, brevemente, a respeito da história deste Torneio.

O Torneio Internacional de Futebol Feminino foi criado em 2009, em conjunto da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo e pela Federação Paulista de Futebol.  Foram 4 anos organizando a competição e que se tornou sucesso em jogos sempre realizados no estádio do Pacaembu. A partir do ano seguinte, vendo que estava caindo nas graças da torcida, a Confederação Brasileira de Futebol ficou a frente da competição. Nos anos de 2013 e 2014, a CBF trabalhou junto com a Federação Brasiliense de Futebol. Em 2015, Natal foi escolhida para sediar a sétima edição do torneio e terá como Arena das Dunas palco dos jogos.

Bom, vamos ao que interessa. Esse ano além do Brasil, teremos mais três convidadas: Canadá, Trinidad e Tobago (que veio após a Croácia desistir) e o México. Aliás, essa não será a primeira vez que as mexicanas irão disputar a competição. Dos quatros Torneios que foram disputados em São Paulo, o México participou de três. Dessas, na primeira edição em 2009, sagrou-se vice-campeã, após ser derrotada pela Seleção Brasileira por 5×2.

Durante essas três participações mexicanas, foram 12 jogos que se resumem a três vitórias e nove derrotas. Além disso, foram 16 gols marcados e 27 sofridos. Mesmo assim, o técnico Leonardo Cuéllar tem um time que trabalha bem a bola, jogadas bem rápidas e que podem levar perigo ao gol adversário.

O TÉCNICO

Foto: Agustin Cuevas
Foto: Agustin Cuevas

Falando no técnico, Leonardo Cuéllar Rivera tem uma coisa que poucos treinadores possuem (ainda mais na Seleção). Ele é treinador do time feminino desde 1998. Ou seja, são 17 anos a frente da Seleção. Como jogador, atuou no meio de campo. Conhecido como El Léon de la Metro, Cuéllar começou sua carreira no Pumas no começo dos anos 70. Depois, seguiu para os Estados Unidos onde atuou por 3 anos no San Diego Sockers. Ainda atuou no Atletas Campesinos-MEX, San José Earthquakes e o Golden Bay Earthquakes, onde encerrou a carreira aos 30 anos. Pela Seleção Mexicana, atuou em 40 jogos e marcou 3 gols.

 

DESTAQUE

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A destaque desse time de Cuéllar está na experiente atacante Maribel Guadalupe Domínguez Castelán, ou simplesmente Marigol. A capitã do time mexicano é tratada como um verdadeiro ídolo. Jogadora que mais vestiu a camisa Azteca, jogadora que mais gols marcou pela seleção e é referência para as outras jogadoras (segundo Cuéllar). Aos 36 anos, Maribel voltou a Seleção após três anos longe de competições internacionais. Ela volta agora com a missão de classificar o México nas Olimpíadas do Rio 2016. Mas antes, virá disputar o Torneio aqui em Natal. A capitã, inclusive, foi a autora de dois gols sobre a Seleção Sub20 do México. E é bom lembrar, também, que Marigol marcou um golaço em uma das vitórias mexicanas no Torneio, justamente diante do Brasil, em 2012. Maribel Domiínguez é a grande destaque da Seleção Mexicana de Futebol.

 

AS CONVOCADAS

O técnico Leonardo Cuéllar vem a Natal com 21 jogadoras. No último amistoso antes do Torneio aqui em Natal, as mexicanas venceram a Seleção Feminina Sub20 por 3×1. Confiram as jogadoras que estarão presentes na Arena das Dunas:

GOLEIRAS

Este slideshow necessita de JavaScript.

DEFENSORAS

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

MEIAS

Este slideshow necessita de JavaScript.

ATACANTES

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *